Páginas

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Participação popular e cidadania ativa

 

 

As eleições estão chegando, e para escolher um candidato é preciso estar atento! Embora estejamos calejados de tantas ideologias infundadas e promessas não cumpridas, sabemos que precisamos escolher nossos governantes, porque Anarquia só pioraria as coisas para um povo que não sabe se virar sozinho; as regras, as leis, a hierarquia, são necessárias quando não há autonomia suficiente para que seja diferente. A questão é participar politicamente, controlar o que os eleitos fazem, exercer a cidadania, com seus direitos e deveres. Antes de escolher um candidato, estude seu histórico de vida pessoal e pública, compare o que ele já fez, veja o que prometeu e o que cumpriu em gestões anteriores, conheça sua ideologia e de seu partido, assim como de seus aliados. Enfim, não esqueça de avaliar e compreender seu plano de governo para perceber se é o que você deseja e acredita e se há fundamentos e possibilidades de realização dos mesmos, faça isso também para poder reivindicar depois. Não confie na mídia sensacionalista e corrupta, que elege as pessoas, as constrói e as destrói, de acordo com o que for conveniente para ela e não para você, não para o povo! Fique ligado agora porque a responsabilidade é de todos nós e reclamar por reclamar não resolve nada. Participação popular e cidadania ativa são as palavras de ordem!

 

 

sábado, 19 de junho de 2010

Quem quer saber de David Bowie?

 

O roqueiro britânico David Bowie, hoje aos 63 anos, já está há seis longe dos estúdios e dos palcos e nem cogita a ideia de voltar aos mesmos. Pai de uma filha de nove anos, dedica-se atualmente à família, ao desenho e à pintura. O cantor lançava álbuns anualmente desde 1964, deixando sentimentos nostálgicos desde sua última turnê em 2003, já que no ano seguinte foi vítima de um infarto. As imagens nos mostram um camaleão, em vários períodos de sua carreira.

 

 

 

 

 

sexta-feira, 18 de junho de 2010

O assunto é: Paródia

 

Paródia trata-se de uma imitação, engraçada ou não, de alguma composição anterior, de obras de arte, imagens, músicas, textos literários, filmes e outros. Embora na maioria das vezes caracterize-se pela comédia, com utilização de recursos como ironia e deboche, as paródias também podem assumir outras características, como as de reflexão e crítica, por exemplo, sem buscar o riso como efeito. Costumeiramente esse tipo se assemelha à obra original, embora a intenção comunicativa seja outra, assim, apesar de haver a identificação de a paródia assume sentidos díspares desta primeira. No aspecto literário (e aqui cabem muitas músicas), o referido gênero textual assume a intertextualidade, buscando a reconstrução ou desconstrução do texto inspirador, do qual derivou-se.

Desafio: você consegue identificar de onde originaram-se as paródias não identificadas contidas nesse post?

 

  • Pelos nossos erros
  • Eu caminho a cada manhã
  • Vejo poluição aonde vou
  • Tenho pena de quem é bebê
  • Porque as águas estão em extinção
  • E quem gasta tanta água não vê
  • Que elas matam a sede
  • A camada de ozônio esgotou
  • E o ser humano não aprende
  • Nos aquecem os raios de sol
  • Nos queimam os raios de sol
  • E não chove, não chove
  • Não chove...
  • Se um dia o sol derreter
  • O planeta inteiro
  • E aqui nunca mais chover                                        
  • Pelos nossos erros...pó
  • Toda a gente virar pó
  • Todos morrem, morrem
  • Morrem, morrem
  • E se os corpos virarem pó
  • Toda a gente virar pó
  • Todos morrem, morrem
  • Morrem, morrem
  • E os corpos virarem pó
  • Toda a gente virar pó
  • Todos morrem, morrem
  • Morrem, morrem.
  • (Aida Saádeh)

 

Paródia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Me empolguei! Vamos parar por aqui porque a lista exemplificando paródias seria praticamente interminável!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Fases do desenvolvimento Humano

 

Pessoas c mais de 30

 

Com exceção dos países com tradições milenares, vivemos erroneamente um momento no qual todos idealizam ser jovens; as crianças cada vez menos vivem a fase infantil, e os adultos negam sua condição até a velhice, como se fosse possível perpetuar a juventude.

Ser jovem além se ser sinônimo de virilidade (um tabu), virou status, porque na maioria dos lares brasileiros, por exemplo, quem vai entrar em conflito com a pessoa mais capacitada na casa para a manutenção do computador, e que não precisa de manual de instrução para instalar as maravilhas tecnológicas?

 

De uma maneira geral, não há no mundo ocidental valorização do saber, da experiência, do conhecimento, seja ele adquirido pela vida ou por instituição educacional, ainda que, a fase adulta seja considerada pela psicologia o ápice do desenvolvimento, pois nesta fase o ser é ou deveria ser independente em todos os níveis da vida, devido ao seu trabalho, responsabilidade, maturidade e estabilidade.

 

Ao idoso, resta a sabedoria adquirida ao longo do tempo, já que as perdas biológicas são constantes e visíveis, então ocorre a negação da idade, e consequentemente da identidade, associada à dependência e declínio, são subterfúgios nesta fase, sendo que são comumente associadas à morte numa sociedade onde o idoso é discriminado e desvalorizado.

 

No entanto tal preconceito aparece cada vez mais cedo, não se limitando à velhice. Curiosamente, há alguns meses, quando eu questionei sobre um comentário maldoso referente a uma senhora de 65 anos, um amigo me disse que quem passou dos 25 já é velho (num sentido pejorativo), e completou: - o que dizer de uma pessoa de 70? Que absurdo!

 

Contudo, fugindo do aspecto preconceituoso, cientistas americanos propagam atualmente que começamos a envelhecer biologicamente aos 27 anos, embora sem dores musculares, sem marcas profundas na pele e com habilidades como a verbal em crescente evolução até os 60 anos, o cérebro é o primeiro a começar o processo de envelhecimento. Assim, a velhice está literalmente na cabeça:

 

maturidade[1]De qualquer forma, todas as fases da vida são importantes e outra visão é ultrapassada e desinformada! Além do que, todos nós, pela ordem natural dos acontecimentos, atravessaremos por todas as fases do desenvolvimento humano, e o jovem preconceituoso de hoje será o alvo de preconceito amanhã, mais aceleradamente do que se imagina!

 

Segundo a psicologia, baseada em Freud, Piaget, Vygotsky e outros estudiosos, as fases do desenvolvimento humano são basicamente as que seguem (havendo pequenas divergências entre um e outro estudioso), e para não prolongarmos em subdivisões, como por exemplo na fase adolescente: pubescência, puberdade, pós-puberdade. As fases que aparecem na sequência podem variar, devido a aspectos cognitivos e sociocognitivos.

Pré-Natal (da concepção ao nascimento)

 

Parto – a separação da mãe

Bebê - de 0 a 3 anos

 

Pré-escolar  - dos 3 a 6 anos

Escolar – dos 6 a 10 anos

 

Adolescência – dos 10 aos 18 anos

 

Adulto jovem ou adultescência – dos 18 aos 29 anos

 

 

Ardor dos 30 – dos 30 aos 40 anos

Maturidade – dos 40 aos 60 anos

Velhice – dos 60 em diante

 

Eles parecem estar morrendo? Não! Então diga NÃO ao preconceito!!!

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Atrações fatais

Existe um universo de ”coisas” que atraem-se mutuamente , algumas são positivas e outras resultam em verdadeiros desastres!

 

Mãos com seios.

Olhos com bumbum.

Nariz com dedo.

Pobre com funk.

Mulher com compras.

Homem com desculpas esfarrapadas.

Queijo com goiabada.

Dor de cotovelo com dupla sertaneja.

Bêbado com poste.

Tampa da caneta com orelha de açougueiro.

Moedinhas com bolso de pobre.

Jato de xixi e a tampa do vaso sanitário.

Leite derramado com fogão limpo.

Politicagem com dinheiro público.

Mindinho do pé e ponta dos móveis.

Camiseta branca e molho vermelho.

Tampa de pasta de dentes com ralinho de pia.

Cafezinho com toalha branca.

Época Natalina na Globo com especial de Roberto Carlos .

Banho com telefone tocando, ou saindo com telefone tocando.

Chuva torrencial com carro trancado (detalhe: com a chave dentro).

Dor de barriga com falta de papel higiênico.

Show da banda preferida com falta de dinheiro.

TPM com assassinato.

Mau humor com segunda-feira.

 

Combinações subentendidas

 

Inseparáveis mesmo…

A gente sempre têm alguma dúvida

ilustra01 

A Língua Portuguesa é complexa, cheia de regras e de exceções dessas regras. Assim, por mais que leiamos e escrevamos sempre temos alguma dúvida, a começar pela ortografia. Vamos trazer algumas delas para vocês, que também podem deixar suas dúvidas registradas aqui para novos posts. Hoje iniciaremos pela letra “A”.

Devemos grafar ASCENDER OU ACENDER?

Ascender significa subir. dependendo do contexto pode significar ascensão profissional ou social. O substantivo correspondente é ascensão.

A ascensão de Cristo

 

A ascensão do voo

ascender_lg

A ascensão social

Acender significa “pôr fogo”, incendiar, também usado no sentido de ligar, e considerando o contexto no sentido figurado.

 

Acender a lâmpada

1262806535

Acender o fogo

Acender a paixão

 

Esperamos ter ajudado! Até a próxima!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Especialistas respondem “o que é sexo”?

  • - Médicos: sexo é doença, pois sempre termina na cama
  • - Advogados: sexo é injustiça, pois sempre alguém fica por baixo
  • - Alentejanos: sexo é máquina perfeita, pois pode se trabalhar deitado
    - Arquitetos: sexo é erro de projeto, pois a  área de lazer fica colada na de saneamento
  • - Políticos: sexo é ato democrático sem defeitos, pois todos gozam indiferentemente de sua posição
    - Economistas: sexo é um efeito cruel, pois sempre entra mais do que sai. Não raramente confunde-se o  que é ativo, passivo e nem sabe-se se existe valor somado.
    - Contabilistas: sexo é perfeito, pois entra o bruto, é feito o balanço, sai o bruto e fica o líquido, e muitas vezes gera mais dividendos
    - Matemáticos: sexo é uma equação perfeita, pois a fêmea coloca a unidade nos parênteses, eleva o membro até a máxima potência e é feita a extração do produto, reduzindo este a sua menor expressão
  • - Professores de Língua Portuguesa: sexo é um excelente exercício , pode-se usar bem língua
  • - Psicólogos: sexo é fodido de se explicar mas faz bem prá todo o mundo
  •  

Para a mulherada: os 12 famosos mais lindos

A seleção abaixo foi feita por mim, então pode ser que não concordem com as escolhas…gosto não se discute, mas discordar disso deveria ser até pecado! A classificação ficou bem difícil, então indiquei o primeiríssimo e vocês opinem quanto aos demais, e é claro que poderíamos aumentar a lista, mas na minha opinião estes são os melhores! Então…deliciem-se, gurias!

Brad Pitt  - the perfect man - primeiríssimo lugar

 

Tiago Lacerda – segundo lugar…pq n pode ter dois primeiros…

 

Reynaldo Gianecchin – lindo!!!!!!!!!!!!

 

Tom Cruise - que semblante, hein

 

Fábio Assunção – o olhar dele é tudo de bom

 

Jorge Cooney – maduro, no ponto

 

Mateus Solano – além de bonito é carismático

 

Dado Donabella – para as mais novinhas

 

Richard Gere – pq charme é tudo

 

Rodrigo Lombardi – homem com cara de homem

 

Marcelo Anthony – hummmmmm

 

Carlos Casagrande – não poderia faltar esse deus